Templates by BIGtheme NET

O corpo do policial militar Genezio Monteiro da Cruz de 30 anos foi enterrado na manhã desta terça-feira (27) no Cemitério Paroquial Nossa Senhora da Piedade, situado às margens da Rodovia SE -170, na saída de Lagarto para o município de Itabaiana (SE).

O soldado Genezio era lotado na equipe Força Tática do 11.º Batalhão de Polícia Militar (11.º BPM), sediado na cidade de Tobias Barreto, na região Centro-Sul de Sergipe, e estava na corporação desde 2014. Ele casado e pai de dois filhos menores de idade.

O PM foi sepultado com honras militares e seu corpo seguiu para o cemitério no caminhão do Corpo de Bombeiros, sendo acompanhado por colegas de farda e integrantes de outros segmentos de segurança da região, além de diversos populares.

O crime

De acordo com assessoria de comunicação da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE), o policial trabalhava em uma cavalgada no povoado Pedrinhas, em Areia Branca, no Agreste sergipano, na noite de domingo (25) quando foi atingido por um disparo de arma de fogo no rosto no momento em que percebeu um homem armado e tentou realizar a abordagem.

O suspeito pela autoria do crime, identificado como Luiz Fernando Rocha Santos, efetuou disparos contra a equipe, alvejando um outro militar e uma adolescente. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, em Itabaiana (SE), porém o soldado não resistiu aos ferimentos durante a madrugada de segunda-feira (26).

O infrator, também ficou ferido, e foi perseguido pelos policiais militares, sendo preso em seguida. Ele foi encaminhado para a unidade hospitalar de Itabaiana e depois teve que ser transferido para o Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), em Aracaju.

Da Redação


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*