Templates by BIGtheme NET

A Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em Sergipe decidiu afastar temporariamente das atividades operacionais, os dois agentes federais envolvidos na ação que resultou na morte da adolescente Bianca Cunha de 14 anos, na tarde de sábado (05).

De acordo com uma nota emitida pela PRF/SE, o afastamento ocorre conforme preconiza a Portaria Interministerial nº 4.226, de 31 de dezembro de 2010, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Polícia Federal em Sergipe abriu um procedimento para investigar a ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que terminou na morte da adolescente. O caso corre em segredo de justiça. Já a PRF instaurou procedimento interno para apurar o fato.

Relembre o caso

O fato aconteceu na tarde de sábado (5), no Km 107 da BR-235 em Carira (SE), depois que o condutor do veículo Volkswagen, Polo Sedan 1.6, de cor Preta, com placas MVI-2245/AL, se recusou a atender à ordem de parada dos Policiais Rodoviários Federais e fugiu em alta velocidade.

Diante da desobediência do motorista, houve uma perseguição e durante o acompanhamento tático foram efetuados disparos de arma de fogo em direção ao veículo e a adolescente Bianca da Cunha de 15 anos, que estava como passageira, foi atingida por um tiro e levada ao Hospital de Carira, onde faleceu.

A jovem possuía um relacionamento com o motorista Ronison dos Santos de 19 anos, que de acordo com nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), o mesmo não era habilitado e ainda estava com uma medida protetiva de urgência decretada pela justiça, o que o impedia de se aproximar de Bianca e de seus familiares (Artigo 24 A da Lei Maria da Penha).

Da Redação:


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*