Templates by BIGtheme NET

O policial militar Josevildo Valentim dos Santos Júnior, de 41 anos, preso na semana passada depois de confessar que estuprou e matou Aparecida Rodrigues Pereira, de 18 anos, no bairro do Pontal da Barra, em Maceióé, também é suspeito de praticar, pelo menos, mais 11 estupros no município de Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió, entre os anos de 2013 e 2014, período em que estava lotado no batalhão da região.

De acordo com o delegado Leonan Pinheiro, os crimes de estupro em Marechal, nesse período foram analisados, principalmente os que tinham o ‘modus operandi’.

Nessa quarta-feira (23), prestou depoimento na Delegacia de Marechal Deodoro uma das vítimas de estupro cometido pelo soldado. Segundo ela, o PM a deixou amarrada enquanto cometia o abuso, e com os olhos vendados, na residência da jovem, há seis anos.

“Fui surpreendida por ele ao abrir o portão. Ele já me abordou com uma arma, onde virei de costas e entrei na residência. Ele, todo o momento, mandava eu entrar. Nisso, ele perguntava se havia uma arma dentro de casa e me levou para o último cômodo, onde me deixou amarrada, com os olhos vendados. Após o estupro, meu pai chegou, foi quando fomos à delegacia, IML, Santa Mônica e fizemos todos os procedimentos que eram necessários no momento”, relatou.

Josevildo Valentim está detido no Presídio Militar, à disposição da Justiça.

Da redação com Já noticia


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*