Templates by BIGtheme NET

Para o deputado pernambucano Joel da Harpa (PP), a pessoa que atirou “garantiu a vida” das pessoas que estavam participando do protesto dos PM’s cearenses

Política — O deputado estadual pernambucano Joel da Harpa (PP), que é policial militar, usou as redes sociais para expressar sua opinião sobre o episódio com o senador Cid Gomes, baleado após tentar furar um bloqueio em um protesto da categoria em Sobral, no interior do Ceará, dirigindo uma retroescavadeira.

Para Joel, a pessoa que atirou em Cid – que é irmão do ex-ministro Ciro Gomes – “garantiu a vida” das pessoas que estavam participando do protesto dos policiais militares cearenses. Ele ainda parabenizou o atirador e pediu que militares, deputados federais e deputados estaduais do Ceará o apoiem.

“Quero aqui parabenizar o policial companheiro do Ceará que em legítima defesa atirou nesse pseudo senador que queria tirar a vida de policiais e familiares, mulheres e crianças que estão lutando pelos seus direitos. Parabéns! Espero que os companheiros militares, deputados federais, deputados estaduais do Ceará apoiem esse guerreiro que garantiu a vida daquelas pessoas que ali estavam. Parabéns companheiro”, afirmou.

Joel da Harpa diz que tiro em senador foi em 'legítima defesa' — © Reprodução/Instagram

Joel da Harpa diz que tiro em senador foi em ‘legítima defesa’ — © Reprodução/Instagram

O deputado também disse que o senador premeditou o ato, uma vez que, minutos antes, teria avisado que tomaria tal atitude. “Estamos falando de profissionais de segurança, pais e mães de família, que estão reivindicando a devida valorização profissional […]”, conclui o parlamentar.

Durante Reunião Plenária desta quinta-feira (20), João mais uma vez defendeu a ação dos PM’s e pediu para que “as autoridades daquele Estado tomem iniciativas urgentes e prendam o senador”, ao afirmar que ele “cometeu um crime doloso contra os profissionais que ali estavam, com mulheres e crianças, defendendo seus interesses”.

 

“Se alguém está tomando medidas além da conta no movimento, é uma coisa. Isso não dá o direito de um político pegar o equipamento e colocar por cima de pessoas que participam de um ato democrático. O agente que teve a atitude heroica de defender aquelas pessoas precisa ser parabenizado”, reforçou o deputado.

Confira o vídeo:


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*