Templates by BIGtheme NET

Caso a Prefeitura de Penedo repasse 60% do valor que recebeu do precatório do Fundef, mais de R$ 25 milhões podem circular na cidade. O percentual destinado ao pessoal do magistério, conforme previsto em lei federal, certamente será gasto no comércio local, aquecendo o setor que mais gera emprego e renda no município.

A possibilidade real de incremento na economia penedense foi apresentada nesta segunda-feira, 22, pelo Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo (SINDSPEM), Luís Dantas, durante reunião com representantes do Conselho Municipal do Fundeb, CDL Penedo, Sindlojas Penedo, Sinteal Núcleo Penedo, Sindicato dos Comerciários de Penedo e Associação dos Feirantes de Penedo.

“A gente entende que o repasse dos 60% para o pessoal da Educação tem esse efeito cascata, é um recurso que vai circular em nosso comércio, nas feiras da cidade e que também volta para a prefeitura por meio do recolhimento do ISS e do Imposto de Renda”, disse Luís Dantas sobre o recurso depositado em conta bancária da prefeitura que já anunciou uso integral do precatório em obras e outras finalidades.

Em junho, somente o percentual dos 60% equivale a R$ 25.847.725,15 (vinte e cinco milhões, oitocentos e quarenta e sete mil, setecentos e vinte e cinco reais e quinze centavos), conforme cópia de extrato bancário apresentado na reunião.

A reivindicação dos professores da rede pública municipal apresentada por meio do Presidente do SINDSPEM foi bem recebida por todos os participantes do encontro. “Todos nós sabemos a importância do comércio para Penedo”, afirmou Pedro Soares (CDL). “Nós estamos aqui para ajudar”, acrescentou Ana Luíza (Sindlojas), parabenizando a iniciativa e propondo intermediar o diálogo com o governo.

A sugestão foi aceita pelo líder sindical dos comerciários, Cassiano e também por José da Rocha Vieira, o popular Zé da Feira, representante dos comerciantes que atuam na maior feira livre de Penedo. “É a injeção de recurso que a gente está precisando, por mim esse dinheiro já deveria ser liberado a partir de hoje ou em até 30 dias”, comentou com a esperança de saber que o repasse vai fazer muito bem para esse setor da cidade e o povo em geral.

O agendamento da reunião entre representantes do SINDSPEM e a administração municipal ficou a cargo dos representantes da CDL e do Sindlojas, com o compromisso de informar a confirmação do encontro.

 

Fonte: Assessoria


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*