Templates by BIGtheme NET

Homem fez 37 reféns durante o sequestro e foi baleado por um atirador de elite

O Rio de Janeiro amanheceu nesta terça-feira (20) com a notícia de que um criminoso fez 37 reféns dentro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói. Depois de três horas e meia de sequestro, o autor do crime foi baleado por um atirador de elite ao descer do veículo e foi morto. Segundo a Polícia Militar, os reféns já estão salvos e todos passam bem.

O rapaz anunciou o sequestro às 5h25. Meia hora depois, já na Ponte, ele ordenou ao condutor para atravessar o veículo na pista sentido Rio. Ao longo das negociações, seis pessoas foram libertadas. A Ponte ficou interditada no sentido Rio desde às 6h. Cerca de uma hora e meia depois, a pista oposta também foi fechada.

De acordo com a PM, a ação do sequestrador foi premeditada, mas ainda não há informações sobre a motivação do crime. Além disso, segundo os agentes, a arma que ele usava durante o sequestro era de brinquedo.

 

 

 

Sequestrador fez motorista e 37 passageiros reféns por mais de 3 horas

Sequestrador fez motorista e 37 passageiros reféns por mais de 3 horas

O homem, identificado como Willian Augusto da Silva, de 20 anos, desceu do coletivo e jogou um casaco para os policiais. Quando ia subir a escada para reembarcar, foi baleado.

Sequestrador fez motorista e 37 passageiros reféns por mais de 3 horas


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*