Templates by BIGtheme NET

Ao prestar depoimento na Central de Flagrantes, no Pinheiro, em Maceió, o acusado de tentar matar um menino de 8 anos na noite dessa terça-feira (20), no bairro do Tabuleiro do Martins, tentou justificar o ato dizendo que a vítima estava lhe chateando.

“Sei que ele é uma criança, mas estava me abusando, vindo para cima de mim”, argumentou Damião Trajano da Silva, de 42 anos. “A culpa foi da cachaça, nunca tinha feito isso antes. Não foi por maldade. Foi um ato do demônio, mas agora que passou, sei que Deus está comigo”, tentou explicar.

Damião foi preso ao tentar fugir e se esconder entre os veículos na garagem da Viação Real Alagoas, perto da casa onde ele bebia com amigos e um irmão.

O menino ferido foi atendido em uma unidade de saúde e liberado sem risco de morte.

Damião foi autuado e permanece preso, à disposição da Justiça.


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*