No início da tarde desta sexta-feira (08), equipes do Setor de Roubos e Furtos, coordenados pelo Delegado Elder Sanches, com apoio operacional de polícias da Delegacia Regional de Itabaiana e do 3.º Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM), sob o comando do Tenente Coronel Sidney Barbosa, foram surpreendidos com a resistência de indivíduos durante uma tentativa de abordagem no Bairro São Cristóvão, periferia da cidade serrana do Agreste de Sergipe.

A ação policial ocorreu na Avenida Padre Airton Gonçalves de Lima, região do conjunto José Luiz da Conceição, e visava averiguar uma denúncia, a qual indivíduos estariam se preparando para realizar um assalto a um correspondente bancário na cidade de Itabaiana/SE.

No endereço apontado na denúncia, os policiais encontraram resistência do indivíduo, posteriormente identificado como sendo Marcio dos Santos de 30 anos, conhecido pela alcunha de Grilo-Grilo, que estava abrigado em um dos quartos efetuando disparos contra as equipes, que imediatamente revidaram a injusta agressão. Márcio foi alvejado e por isso, os policiais prestaram o devido socorro e o encaminhando para o Hospital Regional Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, porém, ele acabou evoluindo à óbito.

Um outro indivíduo, que estava no local, não ofereceu resistência, obedecendo às ordens passadas pelos policiais e em seguida foi conduzido até a unidade de Polícia Civil para as devidas averiguações, uma vez que que no local foi encontrada uma considerável quantidade de drogas preparadas para a comercialização. (FotoReprodução das Redes Sociais)

Márcio dos Santos, possuía uma vasta ficha criminal com diversos delitos como homicídios, tráfico de drogas e roubo, os quais se acumulavam desde a sua adolescência. Em 2008, preso por homicídio, protagonizou uma fuga da Delegacia Regional de Itabaiana, sendo posteriormente recapturado. Em 2018 foi preso junto com uma mulher e outro homem por policiais do 3.º BPM, por meio da equipe do GETAM, quando realizavam o transporte de aproximadamente 70 kg de maconha com destino a cidade de Itabaiana/SE.

Na época, Márcio tinha acabo de deixar o sistema prisional sergipano, após cumprir cerca de 10 anos pela prática de homicídio. No período em que esteve preso, ele acabou ganhando a confiança de membros de uma facção criminosa e passou a atuar como segurança do tráfico, além de praticar a comercialização. (FotoArquivo/Mais Notícias)

Mais uma vez em liberdade, Márcio era investigado pela prática de diversos roubos ocorridos no decorrer deste ano na cidade de Itabaiana e região, bem como a comercialização de drogas ilícitas.

Da Redação: com informações da Polícia Civil de Sergipe

Contatos: arnaldolimasouza@gmail.com

 


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*